Cuide bem do seu amor, seja quem for!

Com a proximidade do Dia dos Namorados, esse clima de romantismo no ar, fiquei pensando sobre o amor, e resolvi compartilhar aqui com vocês minhas reflexões.

Certo dia desses, conversando com uma cliente minha, surgiu um assunto que me fez pensar sobre as relações afetivas nos dias de hoje.

Ela estava à procura de algum produto, para sair um pouco da rotina. Disse que estava precisando variar um pouquinho, conversa vai, conversa vem, ela me conta que está namorando há 04 meses. E que as coisas estavam esfriando, caindo na mesmice.

Fiquei surpresa pelo pouco tempo em que estava se relacionando. Pensei comigo: Puxa! Se em quatro meses está assim, imagina eu que estou há 14 anos, com a mesma pessoa. Haja criatividade para não deixar a relação esfriar!

E ela não é a única, esse problema está cada vez mais comum.

Quem está namorando, é casado ou vive junto com alguém há bastante tempo, sabe que não é nada fácil manter uma relação duradoura e saudável. É preciso mais do que amor, é preciso ser forte, ter resiliência, paciência, e querer muito que dê certo.

Amar alguém nos dias de hoje e manter o relacionamento sadio é para poucos.

Um verdadeiro ato de coragem, não é mesmo?

Vocês já pararam para analisar em como os relacionamentos se desenvolvem hoje em dia? Por que será que boa parte dos relacionamentos duram cada vez menos, alguns meses, poucas semanas.

É como se as pessoas não quisessem se “apegar” a ninguém. Não querem estar comprometidas, não se aprofundam em seus relacionamentos. Tudo está mais superficial. Somos impulsionados pela sociedade em que vivemos a sermos mais rápidos, livres, soltos, e acabamos criando relações descartáveis, rasas, escorregadias, como cita Bauman em seu livro “Amor Líquido”.

A dinâmica da internet, sua capacidade praticamente ilimitada, redes sociais, tinder e afins, contribuem e reforçam a “fragilidade dos laços humanos”. Parece que, o que importa mesmo, é a quantidade e não a qualidade.

Respeito muito a liberdade de escolha de cada um, e a forma como decidem viver a viva, mas fico pensando. Por que será que as relações estão cada vez mais vazias? Parece que não existe mais tolerância, nem paciência para “aturar” o outro. Todos os começos são lindos, o cara ou a garota se esforçam para serem legais, mas logo depois ficam desinteressantes, perde o encanto, aquilo simplesmente não faz mais sentido, não tem mais valor.

Parece que não querem ir a fundo, conhecer o outro verdadeiramente. No primeiro sinal de um possível defeito, já desistem e parte para outro, ou outra.

Mas será que é melhor trocar ou consertar?

Pensem comigo: Será que é tão difícil assim aceitar o outro como ele realmente é?

Todos têm qualidades e defeitos, ninguém é perfeito. Ninguém é capaz de agradar o outro todas às vezes. A grande questão é saber avaliar se as qualidades são maiores do que os defeitos. Se colocar em uma balança e ver que as qualidades superam os defeitos, por que não tentar ser feliz?

Afinal, príncipes e princesas, somente lá nos contos de fadas não é mesmo?

E por falar em conto de fadas, já repararam que os filmes sempre terminam na hora do casamento? Não nos contam o que vem depois de: “e foram felizes para sempre…”

É claro que em qualquer relacionamento, com o tempo, aquela euforia do começo tende a diminuir, a urgência de estar com o outro o tempo todo, aos poucos vai se acalmando, as coisas vão se acomodando, se transformando.

É normal que isso aconteça.

Agora veja bem, não é porque é normal, que esse calor da relação deve ser esquecido, deixado de lado. Muito pelo contrário. Se escolhemos ter alguém ao nosso lado para compartilharmos uma vida em comum, temos mais é que valorizar essa pessoa tão importante, e os momentos de intimidade juntos.

Viver esse amor…

Senti-lo na pele!!!

Com o dia dos namorados chegando. Eu quero erguer um brinde para aquelas pessoas, cujas relações são reais, aquela do dia a dia, da alegria e da tristeza!

Porque apaixonar-se é fácil. Difícil mesmo, é manter os laços afetivos com a mesma pessoa por tanto tempo.

Por isso, aproveito para convidá-los, a valorizar ainda mais a sua relação.

Estou cansada de ouvir algumas pessoas dizerem que não comemoram mais o dia dos namorados, porque isso é só pra quem é jovem e está namorando.

O amor deveria ser comemorado todos os dias do ano, mas acabamos esquecendo, são tantas coisas pra fazer e pensar, que muitas vezes deixamos que a rotina esfrie o relacionamento. Deixamos de lado o romantismo, a troca de carinho, uma surpresa no meio da semana. Parece que fica tudo sempre no automático.

A celebração do amor, não deve ser somente em datas comemorativas, devemos aproveitar os outros 364 dias do ano também. O amor pode e deve ser celebrado por todos aqueles que se amam, seja namorado, casado, não importa qual nome você dê a sua relação, o que importa realmente, é não esquecer de demonstrar o afeto que sente pelo outro, mostrar o quanto o outro é importante para você.

Vou te dar uma forcinha, e te ajudar a não esquecer o clima dessa data tão especial, para que você preserve esses momentos de intimidade que são extremamente importantes.

O que acha de transformar sua rotina, em dias mais intensos, alegres e cheios de prazer?!

Por que não aproveitar esse clima e começar a partir de agora, a experimentar coisas novas?

Vou te ajudar a não esquecer de valorizar seu aparceiro (a), a dizer o quanto ele (a) é importante pra você, e que merece uma atenção mais especial.

O melhor presente, que você pode dar para seu amor não é uma blusa, um sapato, ou algo que daqui a pouco será esquecido. Presentes como esses são bacanas de receber, é claro, mas vamos deixá-los para as outras datas comemorativas.

A minha dica é que você de “momentos” e não presentes!

Aproveite para proporcionar momentos de mais intimidade, caricias, romantismo, afeto e prazer. Porque momentos como esses, a gente nunca esquece. Se quiser saber mais, recomendo muito a leitura desse artigo: https://estimulantenatural.com/viagra-natural-masculino/

Lancei no site uma caixa de surpresas sensuais, que você receberá mensalmente na sua casa. Na caixa você receberá produtos para usar juntinho do seu amor, dicas, e um passo a passo para tornar esse momento mágico.

Transforme suas noites calmas e frias de inverno em noites quentes, cheia de erotismo e sensualidade.

E aí, o que achou? Bora experimentar?

Relacionamentos são como músculos, quanto mais você exercita, mais ele fortalece.

Diego Autor